Brincando de tattoo

Sinônimo de rebeldia, a tatuagem ganha status de brincadeira na pele dos pequenos mais estilosos.  Achou muito radical? Calma, estamos falando de tatuagens temporárias, atóxicas e kid friendly.

_DSC9258

A ideia é da Le Petit Pirate, iniciativa dos designers brasileiros Marcus Reinault e Thiago Monteiro, que perceberam como as tatuagens temporárias eram divertidas na infância (lembram como a gente adorava aquelas que vinham no chiclete?) e transformaram isso em um negócio. Atualmente, a tripulação conta com mais 3 sócios: as designers Gabriela Sued (27) e Alice Gelli (22) e o economista José Sapir (22), que vieram para somar forças e levar o barco mais longe.

_DSC9359

 

Os temas das tattoos nascem dos assuntos que os sócios mais gostam e vão desde elementos do universo dos piratas, passando por astros do rock e personagens superlúdicos. O objetivo final é proporcionar muita diversão para os pitocos, que ficam ainda mais estilosos com os desenhos pelo corpo.

meninas_tatoos

forestband1

Com material totalmente antialérgico, as tatuagens são atóxicas, aprovadas pelo IINMETRO e de fácil remoção, ou seja, os papais podem ficar tranquilos que é seguro. Elas são indicadas para crianças a partir dos 3 (três) anos de idade, por conter partes que podem ser ingeridas (película plástica protetora). Para aplicar a tattoo, a pele deve estar limpa, livre de produtos que contenham  álcool, tais como perfume, hidratante, protetor solar.

tattoos

 

 Espia mais tatuagens no www.lepetitpirate.com 



Posts Relacionados

Aplicativo Lilica & Tigor

Aplicativo Lilica & Tigor

Divirta-se com a Lilica e o Tigor a qualquer momento e em qualquer lugar!​ Baixe já: disponível para Android e […]

Veja Mais
Ana e os Robôs

Ana e os Robôs

Estreia hoje (6 de abril), no Canal Gloob, às 20h, a série “Ana e os Robôs”. Primeira série em live-action para crianças produzida pela […]

Veja Mais
Passeio no teatro

Passeio no teatro

Teatro é tudo de bom! As crianças se divertem, exercitam a imaginação, viajam para mundos encantados e enriquecem sua cultura. Que tal […]

Veja Mais